rge

Com o objetivo buscar uma solução Junto a RGE o Poder Legislativo de Putinga proporcionou mais um encontro entre vereadores, diretores da RGE e comunidade. A reunião aconteceu em 9 de outubro de 2018, dois meses após ter acontecido a primeira reunião com a concessionária.

O motivo é o mesmo, soluções para que moradores do interior de parem de sofrer as graves consequências com a falta de atendimento da RGE e com a lentidão e falha na manutenção das redes de abastecimento.

Esta é a principal linha de ação que a câmara de vereadores tem traçado nos últimos meses. Buscar uma solução definitiva e implantar um sistema de atendimento eficiente que satisfaça a necessidade dos usuários de energia que usufruem a RGE como fornecedora.

A visita que se repete depois de 60 dias, ocasião que os diretores da concessionária se comprometeram em solucionar problemas antigos, principalmente nas comunidades de linha Lajeado Feio, São Jorge, Sítio Salvador e Linha Fiscal.

Segundo informações da diretora Eliana Bortolon os trabalhos estão sendo realizados, porém no mês de setembro os problemas voltaram a acontecer quando novamente na Linha Fiscal, durante três dias a comunidade ficou sem energia elétrica.

Os moradores estiveram na câmara de vereadores e utilizaram a Tribuna fazendo uma reclamação. A reunião entre comunidade e RGE é uma forma para que a concessionária sinta a necessidade de resolver definitivamente os problemas e sentir o quanto o povo Putinga tem sofrido com a falta de responsabilidade e ações ágeis no atendimento quando existe a falta de energia.

 

O presidente da Câmara Vereador Paulo Lima disse que precisa que a RGE de prioridade quando existe abertura de chamado para o município, já que existem muitas comunidades no interior com redes de difícil acesso e com bastante problema de logística. E necessária atenção redobrada, é inadmissível uma comunidade sofrer com tanta falta de energia, atrasos no atendimento e ainda falha de reconhecimento no sistema de registro, quando ligar para informar os problemas de interrupção.

Alguns clientes entraram com uma ação judicial contra a concessionária, 30 famílias que busca na justiça perdas e danos já que RGE não atende quando é necessário.

Ao encerrar a reunião a concessionária apenas destacou que continuará fazendo investimentos para resolver a situação.

 

 

Desenvolvido por: RV Digital